Saiba mais sobre a pensão por morte do INSS

Contribuintes da Previdência Social têm direito a deixar uma pensão aos seus dependentes após a morte ou desaparecimento reconhecido judicialmente. O benefício vale tanto para quem ainda estava em idade ativa ou quem já era aposentado.

Podem solicitar a pensão o cônjuge, companheiro (a), filhos e enteados menores de 21 anos não emancipados ou inválidos, pais; além de irmãos não emancipados, menores de 21 anos ou inválidos.

Se feita em até 90 dias após a morte do segurado, os dependentes garantem o recebimento do benefício desde a data do falecimento. Se o pedido for feito depois de 90 dias do falecimento do segurado, o solicitante só vai receber o benefício a partir da data do requerimento.

O benefício sofreu algumas mudanças com a Reforma da Previdência, no entanto, o valor da pensão não pode ser menor do que um salário mínimo e nem maior do que o teto previdenciário. A solicitação pode ser feita pelo portal Meu INSS, no link: https://meu.inss.gov.br/central/#/login?redirectUrl=/