Como funciona o saque do FGTS

A Caixa Econômica divulgou no mês de junho o calendário para saque emergencial do FGTS. A medida, que foi anunciada pelo Governo Federal em abril, tem o objetivo de apoiar os trabalhadores durante a crise causada pela pandemia do novo coronavírus. Têm direito ao dinheiro os trabalhadores que possuem contas ativas ou inativas no FGTS.

Os depósitos começam em 29 de junho e vão até 21 de setembro, seguindo o mês de nascimento dos trabalhadores. Inicialmente a Caixa depositará os valores em poupanças digitais abertas pelo banco.  Confira o calendário abaixo.

Depósito na poupança digital da Caixa

Mês de aniversário Dia do depósito
Janeiro 29/junho
Fevereiro 6/julho
Março 13/julho
Abril 20/julho
Maio 27/julho
Junho 3/agosto
Julho 10/agosto
Agosto 24/agosto
Setembro 31/agosto
Outubro 8/setembro
Novembro 14/setembro
Dezembro 21/setembro

Um outro detalhe é com relação a movimentação da conta, que inicialmente apenas poderá ser utilizada para pagamento de boletos, compras online e fazer pagamentos através de algumas maquininhas de cartão. Dessa forma, quem receber o recurso, terá que esperar semanas ou até meses para sacar o dinheiro ou fazer transferência, pois a autorização para fazer essas movimentações, também dependem do mês do aniversário do trabalhador e de um calendário divulgado pela Caixa, confira abaixo:

Autorização para saques e transferências

Mês de aniversário Dia da liberação
Janeiro 25/julho
Fevereiro 8/agosto
Março 22/agosto
Abril 5/setembro
Maio 19/setembro
Junho 3/outubro
Julho 17/outubro
Agosto 17/outubro
Setembro 31/outubro
Outubro 31/outubro
Novembro 14/novembro
Dezembro 14/novembro