Ficou mais difícil conseguir aposentadoria integral

Desde o dia 31 de dezembro de 2018 ficou mais difícil para o trabalhador conseguir a aposentadoria integral. Isso porque nesta data, a regra, que antes era 85/95, passou a ser 86/96, ou seja, é preciso trabalhar por mais tempo para conseguir o valor inteiro.

Com a mudança, prevista por lei de 2015, a soma de pontos passa a ser de 86 para mulheres e 96 para homens. Na prática, é preciso ter mais seis meses de trabalho e, automaticamente, mais seis meses de idade, para somar esse um ponto a mais exigido. Essa nova pontuação vai vigorar até 2020.

A soma avança um ponto a cada dois anos até 2027, quando as mulheres precisarão de 90 pontos e os homens de 100 para a aposentadoria com benefício integral.