Perigos da automedicação

É um comportamento comum, mas cercado de riscos. Todo mundo conhece alguém que tem aquela famosa “farmacinha” cheia de comprimidos. A automedicação além de ser uma atitude irresponsável, é o fator que mais causa intoxicações no Brasil. De acordo com o Sistema Nacional de Informações Toxico-Farmacológicas (Sinitox), esse expediente lidera o ranking desde 1994.

A automedicação também aumenta a resistência do corpo aos remédios, a exemplo do que ocorre com antibióticos. Com o uso indevido dessa classe, as bactérias passavam a ficar imunes. Tal situação forçou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a controlar a venda dessas medicações, a partir da retenção de receita na farmácia.

O costume de tomar remédio por conta própria costuma mascarar doenças ou até agravá-las. Por exemplo, o abuso de antiácidos diminui a capacidade do estômago em absorver nutrientes e afeta até mesmo o sistema imunológico.

Consulte sempre um médico antes de tomar qualquer medicação.